Arte em Toda Parte - Ouvir e Ver o Marco da Légua

Sinopse

Trata-se de produto audiovisual do sub-projeto Ouvir e Ver o Marco da Légua, cujo objetivo geral foi realizar uma etnografia imagético-sonora do bairro do Marco, em Belém do Pará, e suas relações de sociabilidade. O projeto previu a produção de um mapa com os 97 pontos de produção cultural identificados no bairro e o presente produto. O foto-vídeo ora apresentado constou de uma expedição fotográfica e sonora pela Avenida Rômulo Maiorana (antiga 25 de setembro) com o objetivo de colher imagens, narrativas e sons de uma das principais avenidas do bairro, ocorrida em dezembro de 2015. Posteriormente, em janeiro de 2016 foi realizado um foto-varal na esquina com a Travessa Curuzú com as fotografias tomadas. Os sons captados na Feira da 25 e ao longo da avenida foram plasmados na composição original denominadaMarco da Légua que propõe a sensação de caminhar na avenida. Os registros imagéticos foram orientados pelos seguintes eixos: lixo; sociabilidade; árvores-verde; feira da 25.  Pautados na perspectiva etnomusicológica de som e contexto cultural, especialmente a partir do conceito de Paisagens Sonoras, pretende-se ter uma dimensão da sociabilidade e da rotina sonora da Avenida Rômulo Maiorana a partir do vídeo apresentado. O presente projeto teve intenção, também, de ocupar artisticamente o bairro do Marco através do fotovaral, dar a conhecer sua produção cultural e, ao final da pesquisa, produzir além da etnografia, obras artísticas e partir da própria vivência dos artistas (alguns deles moradores do bairro) com o espaço e com a pesquisa. 

 

Equipe

Laboratório de Etnomusicologia da UFPA

Grupo de Pesquisa Música e Identidade na Amazônia – GPMIA

Projeto de Extensão Arte em Toda Parte: temas transversais como colaboradores sociais – coord. Líliam Barros

Projeto de Pesquisa Práticas Musicais do Pará – Coord. Sonia Chada

Sub-projeto Ouvir e Ver o Marco da Légua – bolsista Nathália Lobato

Coletivo Ouvir e Ver o Marco da Légua:

Lìliam Barros – coordenação – fotografias (Universidade Federal do Pará);

Marcos Cohen – gravações; composição musical “Marco da Légua” (Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro - DF);

Breno Barros – fotografias (Universidade Federal Rural da Amazônia);

Nathália Lobato – fotografias; bolsista PIBEX (Universidade Federal do Pará).

Rayssa Dias - narrativas dos moradores e figurante (Universidade Estadual do Rio de Janeiro)

Mapa dos pontos de produção cultural do bairro do Marco

Segue abaixo o mapa com os pontos de produção cultural do bairro do Marco. Tais pontos de produção cultural foram identificados a partir de caminhadas pelas ruas do bairro e observação dos locais com placas, banners ou outras formas de identificação. Sabemos que há muitos artistas moradores do bairro, mas optamos por não revelar seus nomes e endereços. Optamos, também, por não inserir os endereços das casas no estilo "Raio que o Parta" para preservar sua privacidade. A produção cultural de qualquer local é dinâmica, portanto, é possível que alguns esses pontos já não existam mais ou tenham surgido outros. De toda forma, compreendemos que o presente mapa nos dá uma ideia do espectro cultural do bairro.

example graphic

Endereço:

Av. Gov. Magalhães Barata, nº 611

Belém, Pará, Brasil - CEP:66.060-281

Telefones

+55 (91) 3249-2905 / 3222-9140 - Ramal:48

Fale Conosco
  • Profª Líliam Barros - sonchada@gmail.com
  • Profª Sonia Chada - lbarros@gmail.com

    twitter facebook rss

Desenvolvido por: Pedro Filho (pedro.ufpa@hotmail.com)